• 1 Nota de Esclarecimento
  • 2 APECOF realizou 2º workshop sobre computação forense para associados
  • 3 CCJ aprova projeto que criminaliza a 'vingança pornográfica'
  • 4 Perito não necessita de nível superior para ser nomeado e pode atuar a partir dos 16 anos de idade
  • 5 Comissão da Mulher Advogada e APECOF iniciam parceria
  • 6 Computação Forense e Recuperação de Dados serão temas apresentados no ByteGirl 2017
  • 7 APECOF esteve na primeira edição do CODE - Convenção de Direito Eletrônico do Piauí
  • 8 Nova presidência da APECOF apresenta seus diretores
  • 9 Presidente da APECOF participa da Semana de Comemoração à Lei Maria da Penha em Maringá (PR)

O presidente da APECOF, professor Marcos Monteiro, se reuniu na manha de hoje (20) com o excelentíssimo senhor Francisco Jose Gomes da Silva, Desembargador Federal e Gestor Nacional do Programa Trabalho Seguro do Tribunal Superior do Trabalho, para discutir demandas que visam suprir a necessidade do Tribunal por peritos em computação forense. Na oportunidade, foi discutido o artigo 156 do novo Código de Processo Civil (CPC), lei 13105 de 2015, que define a nomeação de peritos para auxiliar juízes quando se fizer necessário conhecimento técnico e/ou científico. Segundo o Desembargador, o perito não necessita de nível superior, tal como, diante de grandes gênios da computação, ele incentiva a atuação a partir dos 16 anos de idade.